TECNOLOGIA E PRODUTOS

Panorama Tecnológico

Temos 2 exemplos de propostas comerciais: 100 toneladas/dia e 500 toneladas/dia.A proposta de 500t/dia de Lixo para conversão em Energia é dividida em duas fases. Na primeira fase serão desenvolvidos todos os detalhes dos items específicos necessários, os subcontratos junto aos fabricantes e fornecedores apropriados e o orçamento final .

Um exemplo esquemático de um composto combinado e central eléctrica é fornecida abaixo.

Produção e Manuseio da matéria-prima

Um amplo leque de resíduos podem ser utilizados, especialmente quando a gaseificação é parte do processo. Normalmente essas unidades operam com fontes separadas , lixo verde e orgânico como o principal processo de material prima. Se o método de separação da fonte não for possivel entao será  necessária a separação prévia do lixo na unidade para a gasificação do material.O equipamento necessário para separação para a primeira unidade será designado como parte da primeira fase. O Grupo ICC tem trabalhado em um processo similar na Grã-Bretanha e tem utilizado os serviços da Blue Circle,  uma companhia britânica de design de processos.

Na primeira fase do primeiro projeto  iremos fazer uma completa avaliação do conteúdo e valor calórico do resíduo. Esperamos encontrar algumas ou todas fontes disponíveis de resíduo a seguir :

  • Resíduos C+D (construção civil e demolição)
  • Fonte separada de resíduo orgânico;
  • Resíduo de super e mini-mercados
  • Resíduo orgânico misturado ( residencial);
  • Resíduo comercial misturado; e
  • Terra não utilizável e cascalho

Muitos dessses materiais deverão ser separados e serão reduzidos apropriadamente antes de serem adicionados no fluxo de gasificação ou outros produtos. Este não é de modo algum um processo trivial e necessita adaptação especial para a produção especial. Este problema tem sido abordado por muitos mas poucos tem obtido sucesso.

Teremos tambem que nos habituar aos costumes locais que podem incluir por exemplo permitir acesso de “catadores de rua” ou empregá-los como parte do processo de separação.

É possivel separar material orgânico de alto grau que pode ser processado em compostagem tais como resíduos de comida e madeira limpa. Em algumas situações a produção de algum composto pode ser utilizada como forma de reciclagem das cinzas que serão produzidas pelo processo de gasificação.

Bioreatores de Compostagem

Os bioreatores giram cilindros que medem 15.6 metros de comprimento e 3.3 metros de diâmetro. Posicionados em duas selas de altura desigual eles são mantidos em um angulo de dois graus que gradualmente se inclina para baixo até o final da descarga. As brocas de entrada são cerca de 3 metros do solo.Um motor altamente equipado de 7.5 hp é o que se faz necessario para rodar cada bioreator por meio de uma simples e robusta,  transmissão por corrente. Cada um dos bioreatores tem dois conjuntos de aquecedores elétricos e varias sondas ao longo do comprimento de modo que a temperatura e o oxigênio possam ser monitorados e controlados constantemente. Existem estações de controle para cada bioreator e acesso geral ao histórico de dados no escritório de controle. Também esta disponível monitoramento remoto para que nossos engenheiros possam auxiliar de fora do local se necessário. Qualquer vapor ou odor produzido no processo é ventilado na descarga final através de valvulas de esfera que abrem quando do início de cada revolução. O vapor é coletado numa capa de pressão negativa e ventilado para a atmosfera depois dos odores e particulas serem removidos passando através de camadas do bio filtro.

O bioreator V030 é o sistema selecionado para as operações de compostagem. O V030 é preenchido com aproximadamente 30 toneladas de material por dia e os tambores são lentamente girados (em até 6,5 rotações por hora) para realizar um alto grau de mistura e produzir um ambiente no qual as bactérias naturais existentes irão se desenvolver  iniciando o processo de compostagem. Nosso processo é capaz de lidar com a Categoria Animal 3 por produtos (UK) os quais necessecitam que a temperatura do processo alcance 70 graus para garantir a aniquilação total do agente patogênico.

Para que isso aconteça precisamos garantir que a bactéria termofílica tenha as condições perfeitas para a digestão aeróbia. No início, usaremos os cobertores elétricos para elevar a temperatura suficiente para permitir que as bactérias possam trabalhar.

Apenas cerca de 10% do calor utilizado no processo é fornecido pelos cobertores. O material permanece nos bioreatores por tres ou quarto dias antes de serem descarregados para um túnel de compostagem onde serão processados por mais 28 dias aproximadamente.

Então o material é peneirado antes da venda. Os restos ou o restante desse processo é reintroduzido ao fluxo gaseificador.

Gaseificação


Para produzir energia elétrica e calor os tambores são utilizados de uma forma diferente para preparar a mesma matéria prima para gaseificação. Os bioreatores V060 podem ser preenchidos com até 45 toneladas de material a cada dia e são girados para misturar bem e permitir uma repartição mais detalhada do tamanho das partículas. Há a necessidade que a umidade do conteudo seja de 40% ou abaixo, sendo assim tambores são equipados com dutos para direcionar o ar quente do processo de gaseificação sobre o material  retirando o excesso de umidade. Nesse caso o material deverá ficar nos bioreatores por apenas 24 horas antes da descarga para uma esteira que alimenta depósitos de material pesado. Os depósitos armenezam material suficiente para permitir a produção de 24 horas.

Um gaseificador é um recipiente extremamente bem vedado, projetado para manter as temperaturas elevadas (acima de 800 graus), que transformam o material de entrada em uma forma gasosa. A matéria prima adicionada com graus limitados de ar e oxigênio são controlados para evitar a queima direta. O gás carbono e hidrogênio são produzidos e a mistura total dos gases, chamados de gás de síntese ou syngas, é composto por aproximadamente 30% de monóxido de carbono, 30% hidrogênio e uma pequena parte de metano. O processo produz quantidades úteis de calor e uma vez iniciado é auto-sustentável pois o processo é exotérmico.
 
Os gases síntese são utilizadois para produzir eletricidade movendo uma turbina a vapor. O calor pode ser retirado através de um permutador de calor que envia o ar quente de volta para ajudar a secar a matéria-prima ou usado para aquecer o óleo para o transporte através de tubos a um usuário final a muitas milhas de distância.

Resíduos entrando - Energia saindo
Tecnologia Patenteada
Tecnologia Exclusiva
Detalhamento do projeto
arquivo PowerPoint